Museu Nacional - UFRJ

10ª Semana de Integração Acadêmica – SIAc- 2019


A 10ª Semana de Integração Acadêmica (SIAc-2019) que ocorrerá entre 21 a 27 de outubro, tem como objetivo assegurar o espaço para a apresentação e a discussão dos trabalhos de iniciação científica, artística, tecnológica, cultural, iniciação à docência e de extensão desenvolvidos na UFRJ, proporcionando a troca de experiências entre estudantes de ensino médio, de graduação e de pós-graduação, professores, técnicos e pós-doutorandos envolvidos em atividades de pesquisa, extensão e ensino, bem como pesquisadores e estudantes de outras universidades e de escolas da educação básica.
No Museu Nacional serão apresentados os diversos trabalhos aqui desenvolvidos.

Convidamos abaixo aos interessados em participarem da oficina:

PRÁTICA DE COLECIONAR PLANTAS: DA ERVANÁRIA AO HERBÁRIO

O aparecimento dos primeiros herbários é resultado direto de coletas e experiências feitas com plantas existentes no entorno de colégios e mosteiros jesuíticos no século XVI(Arata 1898). Entretanto, foi apenas no século XVIII, com Linnaeus, que esta forma de colecionar e estudar plantas foi popularizada em toda a Europa. No Brasil, D. João VI fundou o Museu Nacional que representa a mais antiga instituição científica do Brasil, e o maior museu de história natural e antropológica da América Latina. O Museu atua na interface memória e produção científica, integrando a estrutura acadêmica da Universidade Federal do Rio de Janeiro. O Herbário do Museu Nacional (R) foi fundado em 1831, sendo o primeiro do país e o patrimônio nacional com um dos maiores registros da flora brasileira. O herbário é uma coleção de plantas desidratadas para estudo científico, preservadas através do método de herborização que consiste em confeccionar exsicatas contendo etiqueta com dados de coletor, local e data de coleta, nome científico da planta e classificação taxonômica, além do nome do nome do determinador. Um herbário serve de referência para o estudo da biodiversidade, apoio à pesquisa e educação dos diferentes seguimentos da sociedade. O acervo do herbário contém cerca de 550.000 espécimes, abrigando preciosas raridades depositadas desde a sua origem, pela família imperial até nobres naturalistas pioneiros de diferentes países que vieram para explorar a nova, exuberante e promissora terra. Assim, o herbário do Museu Nacional, representa, uma parte da História do Brasil, promovendo o conhecimento e o desenvolvimento da Botânica no país. A oficina tem como objetivo proporcionar a troca de experiências entre estudantes dos diferentes seguimentos (fundamental, médio, de graduação e de pós-graduação) e professores envolvidos nas atividades de pesquisa, extensão e ensino na prática de herborização, através de oficina de montagem de exsicata e exposição do acervo de forma lúdico-educativa. Ênfase será dada a importância de acervos científicos como forma sustentável da megadiversidade biológica, demonstrando, também, que a popularização da ciência pode ser, de fato, utilizada como ferramenta para o desenvolvimento sustentável do país.

Dias: 23 e 24 de outubro
Horário: 13:00-14:00h e 14:30-15:30h
Local: Saguão da biblioteca, Horto Botânico, Museu Nacional
Público alvo: sem restrição
Quantidade de vagas:10
Prazo para inscrição: 16 setembro a 12 de outubro.

Para se inscrever basta clicar aqui.

Capa do folderFolha interna do folder

Conteúdo do folderConteúdo do folder

Conteúdo do folderContracapa do folder

 



Voltar ao Topo


Localização

Quinta da Boa Vista, São Cristóvão

Rio de Janeiro - RJ

CEP: 20940-040

(Veja no Google)

Expediente

Nossas exposições estão fechadas ao

público por tempo indeterminado em

virtude do incêndio que destruiu

grande parte de nossas coleções.

Contato

Informações: museu@mn.ufrj.br

Direção: falecomdiretor@mn.ufrj.br

Assessoria de Imprensa: imprensa@mn.ufrj.br

Visitas em Grupo: agendamento.nap@mn.ufrj.br

Copyright © Museu Nacional/UFRJ

WEBDESIGNER: Yuri Guerreiro