Museu Nacional - UFRJ

África, passado e presente

Os africanos estão integrados ao mundo moderno, mas preservam hábitos, crenças, técnicas de produção e rituais muito antigos. Em meio a tantos povos e línguas, eles combinam suas diferenças com práticas e costumes hoje generalizados por todo o continente. O sofisticado trabalho em metalurgia, a arte em madeira, a música e seus instrumentos, a tecelagem manual e as variadas formas de arte são marcas das culturas africanas hoje admiradas em todo o mundo e apropriadas pela cultura ocidental contemporânea.

Os tecidos são valiosos e fáceis de serem transportados e, por isso, já foram usados como moeda de troca pelos comerciantes que, com eles, compravam e vendiam outros produtos por todo o continente. Entre os mais valorizados tecidos da África subsaariana estão os feitos em tear e tingidos em várias cores nos tradicionais poços das tinturarias africanas.

Os instrumentos musicais são, talvez, os mais fortes exemplos da circulação de bens culturais dos povos africanos. Entre os instrumentos mais difundidos está uma grande variedade de tambores. Já o lamelofone ou marimba de mão (também conhecido como sanza, kissanji, mbira ou kalimba) é hoje pouco conhecido, mas era muito apreciado no passado, inclusive pelos africanos escravizados trazidos para o Brasil.


« Voltar | Voltar ao Topo


Localização

Quinta da Boa Vista, São Cristóvão

Rio de Janeiro - RJ

CEP: 20940-040

(Veja no Google)

Expediente

As exposições do Museu

estão abertas todos os dias.

Clique abaixo para detalhes do horário.

(Ver horários)

Contato

Informações: museu@mn.ufrj.br

Sugestões: museu.virtual@mn.ufrj.br

Assessoria de Imprensa: imprensa@mn.ufrj.br

Visitas em Grupo: agendamento.nap@mn.ufrj.br