Museu Nacional - UFRJ

Hylocereus undatus

      

Foto Hylocereus undatus

 

Nome científico: Hylocereus undatus (Haw.) Britton & Rose

Família: Cactaceae

Nomes populares: Dama da noite, Pitaia, dragon-fruit.

Origem: Desconhecida.

Comprimento: 3 - 7 m

Características morfológicas:  Pode ser epífita, ou viver sobre rochas, ou diretamente sobre o solo. Como a maioria dos cactos, não possui folhas, mas seu caule é modificado em estruturas denominadas de cladódios, que no caso desta espécie é triangular apresentando 3 costelas. Seus espinhos, 2 a 5, surgem de determinados pontos chamados de aréolas. Possuem flores grandes, de pétalas brancas. O fruto é externamente vermelho-rosa, com polpa branca e sementes escuras.

Período de florescimento e frutificação: Floresce entre janeiro e fevereiro e frutifica entre julho e agosto.

Cultivo: Normalmente utiliza-se o sistema de tutoramento, onde coloca-se um tutor de madeira e se faz a fixação da planta. Na parte superior das estacas, fixam-se arames para que a planta cresça verticalmente até eles, e se espalhe horizontalmente.

Utilidades econômicas:  É mundialmente cultivada, pois seus frutos são saborosos, sendo, por isso, comercializados.

Propriedades medicinais:  Rico em vitamina A, antioxidantes, fibras e minerais.

Características interessantes:  Por suas flores abrirem a noite tem seu apelido de Dama da Noite.

No Horto:  Apresenta hábito epífito, sendo encontrada sobre árvores.

 


Voltar ao Topo

Museu Nacional - UFRJ