Museu Nacional - UFRJ

Attalea speciosa 

      

 

Fotos Attalea Speciosa

 

Nome científico: Attalea speciosa Mart. ex Spreng

Família: Arecaceae

Nomes populares: Babaçu, baguaçuí, uauaçu, aguaçu, bauaçu, coco-de-macaco, coco-de-palmeira, coco-naiá, coco-pindoba, guaguaço.

Origem: Brasil.

Distribuição geográfica: Região amazônica e no Brasil central.

Altura média: 10-30m

Características morfológicas: Cada planta pode apresentar 4-6 inflorescências que parecem cachos sustentados por hastes de 70-90cm de comprimento que surgem por entre as folhas; as flores são unissexuais, masculinas e femininas em uma mesma inflorescência, raramente, em árvores diferentes; os frutos possuem de 10-12cm de comprimento, de casca dura, marrom, com polpa seca, farinhenta de coloração creme na maturidade e contém de 1-8 sementes oleaginosas. Um cacho produz até 400 nozes.

Cultivo: Logo após o colhimento dos frutos, colocá-los para germinação em solos contendo substrato organo-argiloso. A muda emerge em 4-6 meses e só pode ser transplantadas quando atingirem 5-8cm. O desenvolvimento das mudas é lento e a planta inicia a frutificação aos oito anos, alcançando plena produção somente aos 15 anos.

Período de florescimento e frutificação: Floresce entre os meses de janeiro e abril e frutifica de agosto-janeiro.

Utilidades econômicas: Suas folhas fornecem palha branca para cobrir os tetos de ranchos e casas. A amêndoa verde fornece um leite muito nutritivo e da amêndoa madura extrai-se um óleo incolor, de odor agradável, empregado na fabricação de sabões, sabonetes, detergentes, velas e na alimentação como hidrogenado em margarinas e gordura de coco. Do resíduo da prensagem mecânica para extração do óleo, fabrica-se alimento para o gado rico em proteínas. Da polpa do fruto faz-se uma farinha alimentar, e se aproveita a casca como combustível em forma de carvão. O caule contém palmito, que também é consumido. Atualmente o babaçu é pesquisado para biodiesel.

Propriedades medicinais: É anti-inflamatória e analgésica, rica em fibras, portanto, ótima para combater prisão de ventre, colite e obesidade, pois torna o fluxo intestinal mais eficiente.

No Horto:  Existem dois indivíduos bem grandes.

 

 

Voltar ao Topo