Museu Nacional - UFRJ

 Elaeis guineensis 

Elaeis guineensis      

Nome científico: Elaeis guineensis Jacq.

Família: Arecaceae

Nomes populares: palma-de-guiné, dendem, palmeira-dendem, coqueiro-de-dendê, dendê.

Origem: Costa Ocidental da África (Golfo da Guiné)

Altura média: 10m

Características morfológicas: Tronco simples e marcado por cicatrizes. Folhas pinadas, grandes, de folíolos longos, inserido em ângulos diferentes, dando a elas aspecto de crespas. Pecíolos com tecido fibroso na base e espinhos nas margens. Inflorescência masculina e feminina separadas na mesma planta, na axila das folhas, as masculinas com ramificações semelhantes a dedos pilosos. Frutos em cachos, densos, ovoides, pretos, vermelhos na base.

Cultivo: Multiplica-se por sementes que germinam em cerca de 270 dias.

Período de florescimento e frutificação: Frutificação abundante quase o ano inteiro.

Utilidades econômicas: Do dendezeiro utiliza-se o fruto, cachos vazios dos frutos, cascas da amêndoa (caroço) e tronco. Do fruto é extraído o óleo de dendê, das fibras das folhas e do cacho de frutos vazios podem ser confeccionados materiais de média densidade para tampos de lareiras. Os troncos podem ser transformados em móveis.

Utilidades medicinais: Algumas substâncias componentes do óleo têm propriedades antioxidantes, podendo representar papel protetor para células humanas, prevenir doenças cardíacas e câncer. Ademais dietas com óleo de dendê promovem a elevação do índice de colesterol benéfico no sangue em detrimento do colesterol maléfico (LDL).

No horto: Existem seis indivíduos adultos e vários jovens.


 
 
 
 

Voltar ao Topo