Museu Nacional - UFRJ

Phoenix dactylifera



 Fotos phoenix Dactylifera     

Nome científico: Phoenix dactylifera L.

Família: Arecaceae

Nomes populares: tamareira

Origem: Norte da África, Oriente Médio, Índia.

Altura média: 25m

Características morfológicas: Troncos múltiplos, geralmente simples por remoção das brotações da base, surgidas de estolões. Revestido durante muitos anos pela base das folhas já caídas. Folhas pinadas, verde-azuladas, com numerosos folíolos, rijos, os da base transformados em espinhos. Inflorescências com flores masculinas e femininas em palmeiras separadas. Frutos ovoide-alongados, amarelo-avermelhados e depois marrons, de polpa densa e doce. As sementes são alongadas, pontiagudas com sulco longitudinal característico.

Cultivo: As sementes germinam em cerca de 60 dias. Desenvolvimento relativamente rápido. Adaptada a solos pobres, mas com umidade adequada.

Período de florescimento e frutificação: Florescimento ocorre na primavera e no verão. Frutificação abundante nos meses de verão.

Utilidades econômicas: Espécie pouco cultivada como ornamental. Possui grande potencial de expansão devido a possibilidade de comercialização dos frutos, conhecidos por tâmaras. Se faz indispensável a presença de plantas masculinas. Há diversas variedades comerciais, multiplicadas por separação das brotações da base. Adequada para parques. Distingue-se pela cor da folhagem.

No horto: Existe 2 indivíduos.

 


 
 
 

Voltar ao Topo


Localização

Quinta da Boa Vista, São Cristóvão

Rio de Janeiro - RJ

CEP: 20940-040

(Veja no Google)

Expediente

Nossas exposições estão fechadas ao

público por tempo indeterminado em

virtude do incêndio que destruiu

grande parte de nossas coleções.

Contato

Informações: museu@mn.ufrj.br

Direção: falecomdiretor@mn.ufrj.br

Assessoria de Imprensa: imprensa@mn.ufrj.br

Visitas em Grupo: agendamento.nap@mn.ufrj.br

Copyright © Museu Nacional/UFRJ

WEBDESIGNER: Jenyfer Lima