Museu Nacional - UFRJ

Sabal palmetto

      

Fotos Sabal Palmetto

 

Nome científico: Sabal palmetto (Walter) Lodd.

Família: Arecaceae

Nomes populares: sabal-palmito

Origem: Estados Unidos da América

Altura média: 20m

Características morfológicas: Estipe muito alto, coberto em geral com interessante rede-cruzada formada pelas bases peciolares, persistentes por longo tempo, às vezes até o chão, caindo outras vezes tornando o estipe nu. Apresenta folhas em leque. Inflorescências ramificadas até a terceira ordem, arqueadas, dispostas entre as folhas e de comprimento igual ou superior a estas.

Cultivo: As sementes germinam ao redor de 70 dias. A espécie é resistente ao sol, tolera solos arenosos e locais inundáveis. Pode ser cultivada em clima subtropical. Adequada para vasos quando planta jovem e indicada para parques e jardins, isoladamente, em grupos ou fileiras.
Período de florescimento e frutificação: Floresce em outubro, frutos maduros em agosto.

Utilidades econômicas: No Brasil é cultivada como palmeira ornamental pelo seu porte elegante. Nos Estados Unidos da América é denominada popularmente como “palmeira-couve” em alusão a seu palmito comestível. O tronco é usado para estaqueamento, paliçada, construções, etc.

Características interessantes: Emblema com motivo nesta palmeira é usado em selo oficial ou escudo no Estado da Carolina do Sul, denominado “Estado do Palmetto”.

No horto: Existem quatro indivíduos.

 


 

 

Voltar ao Topo