Museu Nacional - UFRJ

 Nannotrigona sp.

  

Nannotrigona

 

Nome científico: Nannotrigona cf. testaceicornis (Lepeletier, 1836)

Família: Apidae

Distribuição: Sul da América do Sul. No Brasil encontra-se nos estados da Bahia, Espírito Santo, Goiás, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Paraná, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, Santa Catarina e São Paulo.

Nomes populares: Iraí, camuengo, jataí do preto, mosquito, mombuca, mombuquinha.

Características: Esta abelha é sem ferrão, de pequeno porte e talvez a mais mansa de todas. As colônias possuem entre 2000 a 3000 indivíduos. Habita ocos de árvores, muro de tijolos, paredões de pedras e mourões. Raramente preenche todo o espaço e na maioria das vezes o ninho está associado a um formigueiro de formigas-pretas, talvez como uma forma de defesa. O ninho é envolto com um invólucro de cerume duro e o túnel de acesso ao ninho normalmente é bem grande (podendo chegar facilmente a 50 cm). Na parte externa existe um tubo semelhante ao da jataí (Tetragonisca angustula), porém esse é de maior diâmetro e construído com cerume escuro e pode variar muito de tamanho, além de ser  frequentemente reconstruído pelas  abelhas.
 

 

 

 

Voltar ao Topo

Museu Nacional - UFRJ