Museu Nacional - UFRJ

Brownea grandiceps

  

       brownea grandiceps

 

Nome científico: Brownea grandiceps Jacq.

 Família: Fabaceae, Caesalpinioideae.

Nomes populares: Rosa-da-mata, bráunia, rosa-da-montanha.

Origem: Brasil, Colômbia, Equador, Peru, Venezuela e Bolívia.

Distribuição geográfica: Norte da Região Amazônica, na floresta equatorial.

Altura média: 6-8m em cultivo, 10-20m na mata.

Características morfológicas: As folhas apresentam coloração rosa-arroxeada quando jovens, aumentando o valor ornamental da árvore, apresentam 4-16 folíolos e ráquis com até 58cm de comprimento; inflorescências grandes e densas, em forma de bola, pendentes, na extremidade dos ramos, sob a folhagem, com muitas brácteas, as sépalas e as pétalas das flores são vermelhas.

Cultivo: Tem crescimento lento, principalmente no centro-sul do país, onde dificilmente frutifica. Deve ser cultivada em áreas úmidas e semi-sombreadas na fase jovem. O desenvolvimento das mudas é bastante lento.

Período de florescimento e frutificação: Floresce durante quase o ano inteiro, com maior intensidade de setembro-outubro. Os frutos amadurecem em dezembro-fevereiro.

 Utilidades econômicas: A madeira presta-se apenas para caixotaria, confecção de brinquedos e forros. A árvore é extremamente ornamental. 

Propriedades medicinais: Utilizada contra icterícia, laxante, anti-hemorrágico.

No Horto: Existe apenas um indivíduo. Começou a florescer em agosto e os primeiros e poucos frutos surgiram em outubro.

 

 


Voltar ao Topo


Localização

Quinta da Boa Vista, São Cristóvão

Rio de Janeiro - RJ

CEP: 20940-040

(Veja no Google)

Expediente

As exposições do Museu

estão abertas todos os dias.

Clique abaixo para detalhes do horário.

(Ver horários)

Contato

Informações: museu@mn.ufrj.br

Direção: falecomdiretor@mn.ufrj.br

Assessoria de Imprensa: imprensa@mn.ufrj.br

Visitas em Grupo: agendamento.nap@mn.ufrj.br

Copyright © Museu Nacional/UFRJ

WEBDESIGNER: Jenyfer Lima