Museu Nacional - UFRJ

Carapa guianensis 

  

 fotos carapa     

Nome científico: Carapa guianensis Aubl.

Família: Meliciaceae

Nomes populares: Andiroba, andiroba-branca, andiroba-de-igapó, andiroba-lisa, andiroba-vermelha, andiroba-saruba, carapá, iandiroba, nandiroba.

Origem: Das Antilhas ao Maranhão, comum na América Central.

Distribuição geográfica: Freqüente no litoral norte do Pará, ilhas e baixo Tocantins até o Maranhão.

Altura média: 25-30m

Características das morfológicas: O tronco tem casca pardo-acinzentado claro, fissurada longitudinalmente formando estreitas tiras. Apresenta copa globosa, densa, com folhas grandes acumuladas nas pontas dos ramos. Tem raízes expostas (sapopemas). As flores são pequenas, de cor creme e perfumadas; o fruto lenhoso, de 8-14cm de diâmetro, é uma cápsula globosa, com quatro valvas, apresentando 12-16 sementes, de formatos irregulares com 4-5cm de comprimento, coloração marrom, com laterais anguladas e amêndoas ricas em óleo. 

Cultivo: Pode ser cultivada facilmente em todas as regiões, no Rio de Janeiro produz abundantes sementes. Estas germinam em cerca de 30-35 dias e as mudas podem ser transplantadas 60 dias após a germinação. É aconselhável que seja plantada em sombra com espaçamento de 10m entre as mudas. 

Período de florescimento e frutificação: Florescimento ocorre de setembro a dezembro e as sementes são liberadas de novembro a dezembro.  Utilidades econômicas: A madeira é pardo-avermelhada, de alta qualidade, resistente aos insetos, utilizada em mobiliário, pequenas embarcações, mastros, carpintaria. As sementes apresentam ca. 70% de óleo amarelo, de sabor amargo impróprio para a alimentação, mas do qual é fabricado sabão, vela e xampu. O óleo também é amplamente usado na região Amazônica para iluminação e para lustrar móveis.

Propriedades medicinais: O óleo das sementes é um dos produtos medicinais da Floresta Amazônica mais vendidos. Na medicina popular, é usado para aliviar contusões e edemas pela ação antiinflamatória; contra reumatismo e para auxiliar na cicatrização e recuperar da pele. Também é utilizado como repelente de insetos, contra carrapatos, pulgas, piolhos, e sarnas do couro cabeludo. 

No Horto: Existem 16 indivíduos.

 

 

 

 

Voltar ao Topo


Localização

Quinta da Boa Vista, São Cristóvão

Rio de Janeiro - RJ

CEP: 20940-040

(Veja no Google)

Expediente

As exposições do Museu

estão abertas todos os dias.

Clique abaixo para detalhes do horário.

(Ver horários)

Contato

Informações: museu@mn.ufrj.br

Direção: falecomdiretor@mn.ufrj.br

Assessoria de Imprensa: imprensa@mn.ufrj.br

Visitas em Grupo: agendamento.nap@mn.ufrj.br

Copyright © Museu Nacional/UFRJ

WEBDESIGNER: Jenyfer Lima