Museu Nacional - UFRJ

Allagoptera arenaria

      

Fotos Allagoptera arenaria

 

Nome científico: Allagoptera arenaria (Gomes) Kuntze

Família: Arecaceae    

Nomes populares: Coquinho de guriri; guriri; côco da praia.

Origem: Exclusiva do Brasil ocorre no domínio Mata Atlântica do nordeste ao sul do território sendo freqüentemente encontrados cordões litorâneos.

Altura: Até 1,5m.

Características morfológicas: Apresenta caule subterrâneo e as folhas medem aproximadamente 1,5m de comprimento e seus folíolos são agrupados em feixes inseridos de forma variada. As flores surgem agrupadas como uma espiga, as flores femininas se inserem na base e as masculinas logo acima. Fato interessante é que as flores masculinas abrem-se antes das femininas. Os frutos, geralmente com uma semente, apresentam coloração amarelo-alaranjada quando maduro.

Cultivo: É uma espécie de crescimento lento que se adapta bem a diversas condições. Possui alta resistência a seca e geadas, porém necessita de muito sol para frutificar, as sementes germinam de 60 a 120 dias e só frutifica no 4º ano de desenvolvimento.

Período de florescimento e frutificação: Várias vezes ao longo do ano, com mais intensidade de outubro a junho.

Características interessantes: A polpa do fruto maduro é muito carnosa e adocicada, exala forte aroma que atrai a fauna. É uma palmeira pioneira da restinga pois consegue germinar na areia desnuda e debaixo de suas folhas ocorre acúmulo de matéria orgânica no solo criando o ambiente perfeito para o estabelecimento de outras espécies. Por possuir caule subterrâneo essa espécie tem a capacidade de resistir ao fogo.

No Horto: Um único indivíduo maior e três menores.
 

 

 

Voltar ao Topo