Museu Nacional - UFRJ

Anemopaegma chamberlaynii

      

fotos Anemopaegma chamberlaynii

 

Nome científico: Anemopaegma chamberlaynii (Sims) Burean. & K. Schum.

Família: Bignoniaceae

Nome popular: Cipó preto.

Origem: Nativa da América do Sul ocorre, no Nordeste, Centro-oeste, Sudeste e Sul do Brasil. Nas restingas do Rio de Janeiro estão presentes no litoral norte do estado ocorrendo em vegetação arbustiva fechada.

Características morfológicas: Trepadeira que possui folhas com 10 cm de comprimento, estas são compostas em três partes, duas laminas e uma gavinha. Suas flores são amareladas medindo em médias 4 cm de comprimento e sua abertura ocorre durante a noite exalando um suave odor. Seus frutos apresentam coloração verde a marrom conforme o amadurecimento e suas sementes possuem alas que facilita a dispersão pelo vento.

Cultivo: Espécie de fácil cultivo, porém Correia et al. (2005a) registrou um baixa taxa de sementes viáveis.

Período de florescimento e frutificação: Essa planta floresce nos meses de dezembro a abril e frutifica de janeiro a junho ocorrendo a liberação das sementes até agosto.

Utilidades econômicas: Pode ser empregada em paisagístico. Por se tratar de uma trepadeira que produz um resistente cipó, seu caule é utilizado por populações locais na fabricação de cordas, cestos e balaios.

No Horto: Existem quatro agrupamentos.


 

 

Voltar ao Topo