Apresentação

O Museu Nacional é, desde a sua fundação, essencialmente uma Instituição Científica, pioneira em estudos e pesquisas no campo da História Natural e da Antropologia. Pioneirismo comprovado por ser responsável pela publicação científica mais antiga do país – Archivos do Museu Nacional. Com sua criação (Decreto 6.116, de 09 de fevereiro de 1876), um número considerável de periódicos editados por instituições internacionais passaram a fazer parte do acervo da Biblioteca do Museu Nacional, através do sistema de permuta de publicações.

A Comissão de Publicações, prevista no Regimento do Museu Nacional, estabelece a política e normalização para as publicações, cabendo-lhe a seleção, aceite e autorização de publicação dos artigos científicos, didáticos, técnicos e de divulgação, bem como, a manutenção da tradição editorial do Museu Nacional. Tem como finalidade difundir o resultado de pesquisas realizadas pelo corpo técnico e científico de docentes e discentes da instituição através da edição e produção de periódicos, obras avulsas, livros, catálogos e manuais. Juntamente com a Biblioteca do Museu Nacional, viabiliza a permuta de publicações com instituições congêneres, nacionais e estrangeiras.

A Comissão Editorial é composta por especialistas do Museu Nacional, tendo Ulisses Caramaschi como Editor Geral. O Conselho Científico é constituído por especialistas de diversas instituições nacionais e estrangeiras.

Atualmente edita Arquivos do MuseuSérie Livros,  Série Livros Digital, os periódicos Boletim do Museu Nacional(Antropologia, Botânica, Geologia e Zoologia) e Publicações Avulsas do Museu Nacional.